Arquivos de Categoria: Voppi

Como economizar por lá? Quanto levar?

Para muitos turistas que sobem a Serra, Gramado não chega perto de ser um sinônimo de economia. Pode-se dizer, entretanto, que isso não é bem verdade… procurando nos lugares certos e com antecedência, é possível reduzir os custos da viagem.

A primeira dica é se planejar. A data da viagem será determinante na hora de pagar a conta. Os valores de todos os produtos e serviços das cidades da Serra praticamente dobram em alta temporada por conta da alta demanda.

A segunda dica é sempre ficar de olho no seu site de descontos preferido. Na Voppi, por exemplo, você chega a economizar mais da metade dos valores que gastaria originalmente. Entrando no site www.voppi.com.br, é possível escolher diversas ofertas de restaurantes, parques e hotéis da região. As compras são realizadas diretamente na plataforma pelo usuário, que, em troca, fica com os QR Code para apresentar ao local quando for consumir o produto. É simples, fácil e rápido!

Achar grupos de turistas no Facebook ou WhatsApp também é uma excelente opção. Por ser uma cidade turística, é fácil encontrar pessoas com as mesmas dúvidas e interesses. Geralmente, esses fóruns são uma ótima opção de fonte de informação.

Em alguns locais que não trabalham com nenhum tipo de oferta, ainda é possível procurar por um descontinho na porta dos estabelecimentos. Ainda que não se consiga muito, de pouco em pouco, pode fazer diferença.

Fato é que seguindo esses passos certamente o custo da sua viagem cairá substancialmente. Pela via tradicional: na alta temporada, deve-se estar preparado para pagar uma média de R$ 80,00 a R$ 120,00, por pessoa, em cada programa; na baixa, de R$50,00 a R$90,00. Essas são as melhores maneiras de evitar todo esse custo.

Onde me hospedar?

Essa talvez seja a pergunta mais importante a ser respondida. Às vezes, economizar na hospedagem pode sair muito caro na conta final!

Sobretudo, é importante balizar sua decisão em três aspectos decisivos: boa localização, conforto e custo-benefício. Estar perto das Avenidas Borges de Medeiros e das Hortênsias, as principais, é um diferencial. A comodidade oferecida vai garantir que você, descansado, aproveite ainda mais o seu tempo por lá.

Existem diversas opções de sites onde é possível encontrar a melhor opção de hospedagem: o Trivago, o hoteis.com e nosso preferido, o Booking. Lá, você pesquisa os hotéis até chegar na opção ideal; vê fotos e avaliações; compra e já reserva sua data preferida. Tudo em apenas um lugar, muito fácil e rápido. Uma boa dica, para os mais criteriosos, é conferir a avaliação do estabelecimento no site TripAdvisor.

Ainda, alguns dos hotéis da Rede Sky, com oferta da Voppi, são uma boa indicação para quem quer optar por se hospedar com um ótimo custo-benefício. Além de tudo, o café da manhã disponibilizado pelos hotéis é famoso por toda a região.

Embora não seja muito recomendado, ainda há quem prefira alugar casa ou apartamento do que se hospedar em um hotel. Tanto em Gramado como em Canela, podem ser encontradas sim algumas boas opções no site/App do Airbnb.

Quando é a melhor época para ir?

Algo que chama muito a atenção por aqui, em Gramado, é a diferença de preço na cidade entre baixa e alta temporada. A diferença reflete no valor de passagens, hospedagem, passeios e restaurantes – enfim, praticamente em tudo.

As épocas de alta temporada são:

Páscoa – geralmente, o período de Páscoa compreende o final de março e início de abril. A decoração temática da cidade acaba atraindo diversos turistas à rua principal, a Avenida Borges de Medeiros, e também à rua coberta. Nesse período lotam-se as famosas fábricas e lojas de chocolate da cidade. Além disso, destacam-se os eventos religiosos. Ideal para uma viagem em família.

Julho – as férias escolares de julho, aliadas ao frio e a expectativa de neve na Serra Gaúcha fazem com que esse período seja um dos mais populares entre os visitantes. A cidade ganha contornos europeus e o clima romântico se sobressai. É a época perfeita para botar seu casaco, passear nas ruas e aproveitar a culinária típica da cidade, do vinho à fondue. Ideal para uma viagem de casal.

Agosto – mais um pedacinho de alta temporada isolado, dessa vez devido ao Festival de Cinema de Gramado, o maior festival de cinema da América Latina. No final desse mês, a temperatura na cidade, que é praticamente a mesmo de julho, vê o clima romântico ficar um pouco mais agitado. Além do festival em sí, os bares ficam lotados de gente jovem. Ideal para quem quer curtir a noite local.

Novembro a janeiro – é, sem sombra de dúvidas, o maior período de movimento nessa localidade. As decorações do Natal Luz e o ano novo transformam o clima em uma gigante e estendida festa. Fora que os dias bonitos e a temperatura mais quente dão ainda mais vida a paisagem natural da cidade. É ideal para qualquer um que queira curtir a cidade a luz do dia!

Demais feriados – é importante ficar atento aos feriados nacionais, estaduais e municipais (de Porto Alegre, principalmente). Ainda que fora de época, as cidades de Gramado e Canela enchem, numa espécie de alta temporada provisória, e os valor também acompanham o movimento, como consequência.

Para quem não se importa com o hype (a euforia) da alta temporada, em baixa temporada o custo da viagem pode reduzir consideravelmente. Com exceção as decorações, todavia, a cidade continua sendo a mesma: linda, charmosa e vasta em programações.

Por que visitar a Serra Gaúcha?

Para quem ainda não conhece Gramado e Canela, talvez fique difícil de visualizar o que as pessoas falam desse lugar. Não raro, se houve falar a respeito de serem as cidades brasileiras mais próximas da Europa. Obviamente, não são fatores geográficos que os aproximam, mas sim arquitetura, paisagens, origens e costumes.

A influência importada pela colonização italiana e alemã se espalha por todas as construções: dos prédios residenciais e lojas comerciais às Igrejas. A paisagem natural, muito presente, ressalta ainda mais o seu charme.

Não suficiente, além de serem lindas cidades, também são famosas pela hospitalidade e gastronomia. O povo acolhedor acostumado ao turismo é muito disponível e sabe, como ninguém, agradar o turista. Seja em um hotel ou em um restaurante, o que você vai ver é, sem dúvidas, serviço e produto de primeira qualidade.

Tudo isso cria uma atmosfera inigualável nessa região. É, sem sombra de dúvidas, um dos destinos mais românticos para se conhecer!

Ainda, para aqueles que gostam de fugir das programações mais clichê, há várias outras cidades por aqui que jogam a concorrência lá em cima. Embora esse guia não trate especificamente dessas demais localidades, Bento Gonçalves, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula deviam estar no roadmap de qualquer viajante!